"Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão...."

sábado, 25 de abril de 2015

Momento


Não era uma angústia dolorosa; era leve quase suave.
Como se eu tivesse de repente o sentimento vivo de que aquele momento luminoso
era precário e fugaz.
A grossa tristeza da vida, com seu gosto de solidão, subiu um instante dentro de mim,
para me lembrar que eu devia ser feliz naquele momento, pois aquele momento ia passar.


Rubem Braga

7 comentários:

  1. Os bons e os maus momentos passam rapidamente... Por que então, não procuramos vivê-los com esperança e sabedoria?
    Gostei, Dja, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade lindona, bem vinda ao meu cantinho, bjos.

      Excluir
  2. Felicidades de pequenos momentos. Felicidades verdadeiras.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijo lindona, carinho no seu coração.

      Excluir
  3. Eiiiii. obrigado demais por suas palavras no meu blog, bom demais você aqui. Bem, viver é viver o momento, pode parecer clichê, mas é um clichê necessário: viver o hoje e para o hoje. Beijosssss

    ResponderExcluir
  4. Verdade Carlos, viver o hoje porque é o que nos pertence, e quanto ao que eu disse lá no seu blog é a mais pura verdade, obrigado a vc por ser esse poeta que tanto me emociona com seus textos e poemas.
    bjos querido amigo.

    ResponderExcluir

"As coisas vão dar certo. Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz, se não tiver, a gente inventa". Caio F Abreu.